O que eu aprendi com: Não trate as pessoas como elas te tratam

Por algumas vezes, vivi momentos em que esperava que outra pessoa agisse de uma forma comigo, em consideração com algo, mas fui surpreendida pela falta dessa consideração. E nesses momentos, o que é natural no ser humano, eu tive vontade de me vingar ou de passar a agir igual com essas pessoas. Com certeza eu tive atitudes como essas em alguns momentos, e hoje eu percebi que não me orgulho disso.

Percebi que não temos que tratar as pessoas como elas nos tratam, não devemos nos igualar aos devaneios alheios. O melhor é continuar com o seu pensamento, continuar tratando exatamente como tratava antes do fato. Se meu caráter me diz que devo ser uma pessoa do bem, uma pessoa que ajuda, uma pessoa que colabora com o bem estar das pessoas, não devo deixar tudo o que tenho de bom porque fui tratada de maneira contraria a tudo isso. Da vida só levamos aquilo que somos e que fazemos, e eu não quero levar magoa, rancor ou atitudes maldosas ou de vingança. Quero levar bondade, sorrisos, coração… Quero levar coisas do bem comigo por toda a eternidade e por todos os dias em que viver.

Resolvi que a partir de agora vou passar a agir dessa forma, e por incrível que pareça, no primeiro ato em que me feriram e eu retribui com um sorriso me senti a mais leve das almas, a mais feliz das pessoas, em saber que existem pessoas contaminadas com a maldade do mundo, onde os expertos são quem ganham, mas eu ainda estou intacta a esses sentimentos.

Tudo na vida pode vim e ir embora, menos o que temos no coração. E no meu eu quero levar apenas aquilo que me faz sentir que a minha vida vale a pena e que eu posso ser feliz todos os dias.

E você? O que quer na sua vida?

nao-posso-escolher-como-me-sinto-mas-posso

 

 

 

​Beijinhos 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *