A difícil missão de comprar uma bota – O inicio

Será tão impossível?

 

Olá roliças e roliços!

 

Demorei, mas voltei! e o post de hoje é um desabafo e ínicio de uma sequência. Vou explicar melhor.

O inverno ta chegando, as chuvas também, e toda mulher precisa ter uma bota de cano longo pra usar nesse período, não é? Me julguem as fashionista, mas eu gosto de usar legging com bota, sim, eu uso legging (pra quem acha que gorda não pode, eu uso e sou bem feliz com as minhas). Mas, eu tenho um sério problema em encontrar botas que me sirvam, por 2 motivos simples: eu uso 38/39 e a minha panturrilha tem a circunferência exata de 46 cm, na parte mais grossinha da perna. Se você entrar em um site qualquer de calçados e ver as botas de cano longo disponíveis, verá que a média delas é 35cm (a maior que encontrei na Dafiti, por exemplo, tinha 37cm). Ou seja, impossível me servir!

Mas, eu não desisto fácil e vou ir a luta pra encontrar uma que me sirva perfeitamente, afinal, uma vez eu já encontrei. Tenho um de 2 invernos passados, que é ajustavél na panturrilha, e por isso ficou perfeita. Ela já ta bem velhinha, foram os quase R$400 mais bem gastos da minha vida, mas ta na hora de aposenta-la. Por isso convido vocês a me ajudarem e acompanharem nessa missão! Se tiverem dicas de lojas que vendam esses tamanhos e larguras, mandei por mensagem, rede social, comenta ai no post, qualquer coisa, mas me avisem! 

Aproveitando o assunto, agora vem a parte do desabafo. Eu nunca fui uma pessoal "dentro do padrão", pra quase nada. Sou baixa, mas com o pé grande e sempre fui gordinha. Usei aparelho, óculos, tive espinhas, tudo o que pra adolescentes é a morte. Mas mesmo assim, sempre gostei de ser quem eu era. Tive a sorte de não sofrer bullying em nenhuma fase da minha vida, de ter muitos amigos e colegas, ter uma família que sempre me apoiou e me ajudou a ver as coisas que eu tinha de bom, e por isso nunca sofri com nada disso. Acho até engraçado esses fatos, de não encontrar calça que me sirva, sutian que seja no tamanho certo, bota que feche na minha perna. Só que me vem a cabeça, e quem não teve essa mesma "sorte" que eu?

Uma coisa que me lembro bem era que quando saía sapatinhos e sandalinhas de alguma pessoa em especial, como Xuxa, Sandy, Chiquititas (é, eu era criança na época da Chiquititas e até quis morar num orfanato), nunca tinha do meu tamanho. Eu tinha por volta de 8/9 anos, e já calçava 35. Esses sapatos só vinham até o 33, no máximo. Ok, mesmo criança eu entendi que eu tinha um pé fora do padrão das outras crianças e que não tinha pra mim. Claro que ficava triste, mas é a vida. Sempre esperei o momento de crescer e usar sapatos de adulta, já que se não tinha de criança naquela época, com adulta eu teria tudo! Só que não. Eu cresci e acho que por uns 2 anos, enquanto eu calçava 36/37, eu pude ter todos os sapatos que queria. Mas cheguei ao 39 e minha vida acabou novamente. Claro, sempre tem a numeração, mas se eu for logo, porque de acordo com 99% dos vendedores de sapato "39 e 35 só vem um par". LEGAL! Fizeram por acaso um levantamento de quantas mulheres no país tem os pé fora do "padrão" 36/37?? Quer dizer que se eu e uma amiga calçarmos o mesmo número 39 e quisermos o mesmo sapato teremos que comprar em 2 lojas diferentes?

Imagina o quanto de meninas sofrem porque não estão nos padrões. Minha revolta não é com o fato de que o comércio limita pela quantidade de venda de um determinado item, minha revolta é porque EXISTEM PADRÕES. Alguém muito do chato me responderia "Ah, precisamos de padrões pra organizar a vida". Claro que precisamos, mas então explica pra essa sociedade que se eu não sigo eu não sou estranha, ou feia, e não tenho que ser excluida de TUDO por isso! 

Eu volto em outro post com mais da minha revolta. O que quero que fique claro pra quem me ler é que não precisamos seguir padrões e não precisamos nos abater caso tenhamos nascido fora desses padrões. E dai se você usa 48 ao invés de 40? E dai se calça 33 mesmo sendo adulta? E dai se quiser raspar a cabeça? Faça e seja o que quiser! A sociedade visa o lucro e ela ainda não percebeu que as excessões também são lucros, pobre coitada sociedade.

Não esqueçam de deixar nos comentários as lojas dica pra eu procurar a minha bota tão esperada e volto em breve com novidades, aguardem…

 

Beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *