O que eu aprendi: Algumas pessoas gostam de causar discórdia

Olá queridos rolicinhos…

Hoje observei algumas pessoas da minha convivência e parei pra pensar na atitude de algumas, e acabei lembrando de atitudes de outras pessoas que já não fazem parte do meu circulo social, mas que tinham atitudes semelhantes. E percebi que simplesmente tem gente que gosta de causar briga, gosta de ser do contra, gosta de causar discórdia na vida alheia. Sem nenhum, repito, NENHUM motivo aparente.

Digo aparente porque a pessoa pode estar com algum problema sério na sua vida, e que nós não sabemos, mesmo eu acreditando que isso não seja motivo aceitável pra se fazer inferno na vida de quem ta quieto.

E ai eu pergunto, será que isso vai fazer dessa pessoa uma pessoa mais feliz?

Continue lendo… 

Eu simplesmente não consigo conviver com a ideia de que fiz mal pra alguém, seja ela quem for…

Se você é do tipo que fica feliz em ver outras pessoas nervosas ou sofrendo, que gosta de dar patada, gosta de fazer os outros se sentir lixos, me explica, o que isso traz de bom pra sua vida? O que faz vc querer fazer isso?

Pra quem conhece pessoas assim, eu só teria um conselho, não se afete por NADA que essa pessoa faça. Quanto mais atenção damos as atitudes desse tipo de pessoa, mais elas fazem. Não ouça, não responda e não haja como esse tipo de gente, do contrario só estará se igualando a ela. 

Seja livre de pensamentos negativos na sua vida, deseje o melhor pra os outros, deseje luz, amor, felicidade… Afinal, da vida ganhamos aquilo que temos a oferecer…

Beijinhos…

2 comentários sobre “O que eu aprendi: Algumas pessoas gostam de causar discórdia

  1. Hosting

    Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infancia. A sabedoria nao se encontrava no topo de um curso de pos-graduacao, mas no montinho de areia da escola de todo dia.

    1. Dona Roliça Autor da Postagem

      Concondo totalmente! As vezes as pessoas chegam tão longe na vida, mas o que no minimo deveriam ter, não conquistaram.

      :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *